Matérias

Quem lê o que gosta e apenas por prazer é mais feliz e confiante, afirma estudo

Uma pesquisa realizada no Reino Unido constatou o que a maioria de nós já sabia: ler por prazer é o que nos torna mais felizes. Quem lê o que gosta, não só é mais feliz, como também mais confiante. Participaram da pesquisa mais de 2 mil Britânicos em idade adulta. O resultado mostra que, mais importante do que a frequência de leitura é o prazer do indivíduo ao ler um livro de sua escolha. 

Ler para ser mais feliz

O estudo foi feito pela instituição britânica Quick Reads (espécie de programa do qual participam adultos leitores) e um departamento de literatura da Universidade de Liverpool. Foram estudados basicamente os hábitos de leitura, frequência e motivação, o critério de escolha dos livros, e também os efeitos da leitura para a vida das pessoas. A pesquisa quis saber ainda qual o personagem de ficção inspirava os participantes.

A pesquisa teve resultados animadores e indicou que ler o que gosta não só deixa o leitor mais feliz, como também contribui para o autoconhecimento e autodesenvolvimento. Do total, 27% dos participantes afirmaram que os livros os teriam inspirado a fazer algumas boas mudanças em suas vidas. Alguns até puseram fim em maus relacionamentos, já outros decidiram que procurariam melhores empregos e melhores condições de vida.

Considerações:

Os leitores mais felizes e mais confiantes leem por prazer. No Reino Unido, China, Brasil ou em qualquer lugar do mundo, sem distinção. Inspirar, ensinar e agregar valores são, entre outras, as principais contribuições que os livros trazem para a vida das pessoas. Melhor ainda é quando essas contribuições podem vir acompanhadas do prazer pela leitura. E por quê não? Ler não pode e não deve, em momento algum, ser algo estafante e nauseante, como muitos acham. Afinal, os livros são, não apenas objetos rígidos de papel. Livros são sonhos. E como disse Fernando Pessoa em uma de suas passagens:

“(…) a leitura é uma forma servil de sonhar. Se tenho de sonhar, porque não sonhar os meus próprios sonhos?”

(Visited 187 times, 1 visits today)

Posts relacionados

Comments

comments

Deixe seu comentário